Tarifas de Energia x Bandeiras Tarifárias

Tarifas de Energia x Bandeiras Tarifárias

Você já se confundido com esses dois nomes presentes na descrição da conta de energia, certo?

Para tornar esses conceitos mais claros, descrevemos ‘pontos chaves’ para maior entendimento dos custos da sua energia elétrica.

A Tarifa de Energia, segundo a própria ANEEL, representa a maior parte dos custos envolvidos na geração, transmissão e distribuição da energia elétrica, além dos encargos setoriais.

Já as Bandeiras Tarifárias correspondem a variação dos custos de geração da energia elétrica. Dependendo das usinas em questão esses custos podem ser maiores ou menores, influenciando diretamente na conta do consumidor final.

Com as Bandeiras as contas de energia se tornaram mais transparentes e acessíveis ao entendimento, refletindo a variação do custo de energia e quando ela ocorre.

Bandeira Verde”: Significa que as condições hidrológicas para a geração de energia são favoráveis e que não há acréscimo nesse custo.

Bandeira Amarela”: Significa condições de geração menos favoráveis, resultando em um aumento já considerável na tarifa de energia.

Bandeira Vermelha”: Significa condições mais custosas de geração, elevando a tarifa de energia a um patamar maior.

Sendo a matriz energética brasileira ainda majoritariamente concentrada em Hidrelétricas, as Bandeiras Tarifárias dependem diretamente das condições climáticas e de abastecimento das barragens.

Nesse contexto, as energias renováveis alternativas, incluindo a Energia Solar Fotovoltaica, se tornam também uma solução para essa questão, permitindo que o consumidor se torne independente das constantes e onerosas variações das Bandeiras Tarifárias.

Deixe uma resposta